sexta-feira, 11 de junho de 2010

CAFÉ

tá na ponta da língua tá na cara
tá na pauta dos sábios guapos locos
tá nos lábios da virgem tá na conta
dos encontros não falta coisa rara
e eu querendo ser óbvio como poucos
tenho sido a mais cara das afrontas
ando rouco de rock e canto triste
já to seco de pranto e não sorrio
não me toque não largue minha mão
não é nada mas tudo quanto existe
é o ladrão e o ladrar do dono é o cio
é o sono é o penar e é o perdão


letra fred sommer música daniel green

Um comentário:

paloma disse...

(*&*&^%$%#$^&*(*)((^%$%#

FODA!!!!!!